Quadro 1 - Índice de Vendas do Comércio a Retalho – Produtos Alimentares - PREÇOS CONSTANTES (valores corrigidos dos efeitos de calendário e sazonalidade)
Base 2015=100
  fev/20 mar/20 abr/20 mai/20 jun/20 jul/20 ago/20 set/20 out/20 nov/20 dez/20 jan/21 fev/21
Variação trimestral homóloga (%) 4,80 7,44 3,76 1,46 -3,63 -3,29 -4,07 -3,53 -1,68 1,48 3,65 4,81 4,03
Variação mensal (%) 1,78 3,80 -14,54 3,64 -0,89 -0,13 1,06 2,24 2,76 4,74 -0,05 1,08 1,45
Variação mensal homóloga (%) 5,86 11,50 -6,00 -1,04 -3,82 -4,96 -3,43 -2,19 0,56 6,09 4,31 4,07 3,73
Variação média nos últimos 12 meses (%) 3,58 4,32 3,32 3,02 2,34 1,61 1,19 0,77 0,59 0,90 0,97 0,91 0,75
Índices mensais 118,984 123,506 105,548 109,387 108,419 108,273 109,421 111,877 114,963 120,414 120,360 121,660 123,425
Nota: A revisão de valores dos meses anteriores deve-se aos ajustamentos decorrentes do tratamento dos efeitos de calendário e sazonalidade.
Valores provisórios.
Notas Explicativas

O SREA iniciou a publicação das séries de Índices de Venda de Produtos Alimentares (IVNECR) (Base 2011=100) com os resultados referentes a janeiro de 2013. A partir da divulgação do mês de fevereiro de 2021, e com o objetivo de ajustamento a nível nacional, a base de cálculo passou a ser a do ano de 2015, ou seja, Base 2015 = 100. Esta alteração não implica qualquer modificação das taxas de variação a preços constantes (valores brutos) e a preços correntes, mas apenas nos valores dos índices.

Os índices de Volume de Negócios no Comércio a Retalho (Produtos Alimentares) têm por objetivo mostrar a evolução do mercado no setor do comércio a retalho. Os índices são obtidos tendo por base o Inquérito Mensal ao Volume de Negócios e Emprego no Comércio a Retalho, realizado por via eletrónica, junto de unidades estatísticas selecionadas a partir das empresas sediadas na Região Autónoma dos Açores.

O ajustamento dos efeitos de calendário e sazonalidade é efetuado com modelos probabilísticos do tipo "Autoregressive Integrated Moving Average" (ARIMA). O ajustamento pressupõe que se mantenha relativamente estável a influência deste tipo de efeitos sobre as sérias brutas. Este quadro (Quadro 1) é acompanhado com quadros com valores das sérias brutas e as respetivas taxas de variação o que permite complementar a informação fornecida pelas séries ajustadas. Eventuais alterações verificadas neste quadro, em meses anteriores, dever-se-ão a reajustamentos nas variáveis, ocorridos durante o processo de tratamento do efeito calendário e sazonalidade.